CONTOS & LENDAS
A ARTE DE enCANTAR
na LITERATURA POPULAR PORTUGUESA

por JORAGA o acrónimo de JOsé RAbaça GAspar e outros mais de 1001 deNÓMIOS...

contacto © joraga ®

LLL in MGiacometti

CONTOS & LENDAS

Serra da Estrela

ALENTEJO
uma TEIA infindável de Contos & Lendas

 

12 - TRADIÇÃO - SERPA - Revista de 1899 - 1904

CONTOS & LENDAS

 

 

 

 


LENDA LOCAES
(Pedrógão do Alemtejo)
A. Rosa da Silva
I - O Sino de São Lourenço

In Tradição II vol. Anno IV, Nº 4, Abril de 1902, Volume IV, pp. 61

[Digitalizado por joraga (em finais de 2009), (para AA Cultural, Almada), procurando manter a grafia registada na época.]

II - A Pedra das Bruxas
III - As Mouras Encantadas


in - pedrogaodoalentejo.olx.pt

LENDAS LOCAES

O Sino de São Lourenço

"A QUINHENTOS metros approximadamente da toca a Galliana, que já descrevemos aqui, e a jusante do rio Guadiana, ha um sitio em que o mesmo rio se espráia bastante, fazendo logo em seguida uma curva muito pronunciada. A' margem direi-ta d'esta curva, dá-se o nome de "Vargens de S. Lourenço", e, por occasião das grandes cheias, parte da corrente, batendo contra os rochedos que orlam a curva, retrocéde, e observa-se então o phenomeno da agua correr para cima, impellindo para a terra quaesquer objectos que vão agua abaixo.

As duas margens que circumdam a mencionada curva, apertam-se de modo a formar um estreito, e a margem direita é constituida por um enorme rochedo quasi perpendicular ao rio. Pois bem, precisamente em cima d'este rochedo, existe uma ermida em ruinas, denominada ermida de São Lourenço, cuja historia se perde na noite dos tempos. Ha todavia a crença de que, em epocas passadas, vivia ali um monge de barbas brancas e habito pardo.

Distante da ermida uns cincoenta metros, ha um logar no rochedo onde se vêem tres pedras salientes, sendo duas verticaes e uma horisontal. Esta ultima fórma com as duas primeiras um arco muito irregular chamado o campanario. E, segundo a tradição, é neste campanario que estava o sino da ermida.

Em consequencia dum cataclismo, que se deu ao morrer o tal monge das barbas brancas, o sino cahiu ao rio, que n'este sitio é profundissimo, e lá ficou. E' frequente ouvir dizer-se aos habitantes d'esta aldeia, que, desde então, em todas as manhãs de São João, sôa debaixo d'agua o celebre sino de São Lourenço.

Não sei porque, pertencendo o sino a São Lourenço, fossem as manhãs de São João as preferidas para o mesmo sino se fazer ouvir!...

Eis uma singeila lenda, que, apesar de ninguem crêr n'ella, vae passando tradicio-nalmente de paes a filhos.

(Pedrogao do Atemtejo).
A. ROSA DA SILVA.

--------------------------------

In
crookscape.blogspot.com

«I only know, in Portugal, a similar example of quern stones, virtually unpublished: the granite rock shelter of Toca da Galiana, on the left bank of the Guadiana river, just in front of the Chalcolithic settlement of Sala nº 1 (Pedrógão, Vidigueira).»
Posted by Manuel Calado at Thursday, December 14, 2006

In
cesdies.net/historia-e-geografia-mitica
Abrigo numa das margens do Guadiana.

Manuel J. Gandra ©
ABRIGOS COM ARTE RUPESTRE EM PORTUGAL Subsídio para o seu roteiro

TOCA DA GALIANA (Pedrógão, Vidigueira)

Ver também:
http://www.jf-pedrogao.pt/his_aspectos_historicos.php

 

E-Mail: joraga@netcabo.pt e joraga@netc.pt
pelo telefone 212553223 ou pelos Telmv. 919777714 e 91 763 25 24
e pelo CORREIO: Avenida Amélia Rey Colaço, 5, r/c Esqº - 2855-500 CORROIOS.
visite ainda a minha TEIA na REDE além de joroga.net - joraga/alice/osrabaca/serradaesrela/gilvicente/cart2326/

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
Joraga 2000 em viagem