GENTE DE MANTEIGAS


contacto © joraga ®.

Afinal quem é
PAULO LUÍS MARTINS?

Gente de Manteigas in G+, de José Paiva Tacanho

FIGURAS HISTÓRICAS
de MANTEIGAS in «ANTOLOGIA»,
de José Lucas Baptista Duarte
1985
PRESIDENTES de CÂMARA
de 1910 a 2017 e AQUI
AUTORES e LIVROS e AQUI
de Gente de Manteigas
in TOPONIMIA, e AQUI
de José David Lucas Batista
in CONTOS SERRANOS,
de Dr. João Isabel e AQUI
in POIOS e PROSA
de António Leitão (PDF?)
in AQUELE PROFUNDO VALE, de José Cleto Estrela e AQUI


PADRE MANUEL DE ABRANTES
(faleceu no dia 10 de Janeiro de 1717)

in ANTOLOGIA I - Depoimentos histórico-Etnográficos sobre MANTEIGAS e SAMEIRO, de José Lucas Baptista Duarte, 2ª ed., Câmara Municipal de Manteigas, 1985. p. 103:

«"Foi, pelo seu muito saber, e pela sua irrepreensível conduta de presbítero, um dos ilustres filhos da Vila de Manteigas.
Muito novo ainda, conseguiu ascender ao lugar de cónego da Colegiada de Santa Maria de Alcasua, em Santarém, onde prestou relevantes serviços à causa da igreja.
Era professo do hábito de S. Pedro e justamente considerado um dos mais cultos espíritos daquela Ordem.
Em Lisboa, exerceu durante muitos anos o mister de leccionador, sendo grande a sua fama como professor de latim, poética e português.
Foi mestre devotado daquele que mais tarde conseguiu ascender ao lugar de inquisidor Geral do Reino, o Eminentíssimo Cardeal da Cunha.
Exerceu o elevado cargo de Capelão-mor, e os seus merecimentos eram de tal forma notórios, que foi escolhido para mestre de El-Rei D. João V.
Escreveu em latim o seguinte livro:
"Epigramata sacra per slngulus ann dies, juxta ordinem breviarii romani incipientia a novitate Domini nostri Jesus Christi, cui opusculum consecratur. Acesserunt epigramata ad Sanctos Lusitanos ad Passionem Domini, et una pia etiam elegia, etc.. Cunebat Emmanuel d'Abrantes sacerdos Lusitanus".
O Padre Manuel de Abrantes faleceu, santamente, na Colegiada de Santarém, no dia 10 de Janeiro de 1717".

Do "E. B." N.º 61 (28-8-1932)

Ver também

Ver em:
http://www.arqnet.pt/dicionario/abrantespmanuel.html

"Abrantes (Padre Manuel de).
n.
f. 10 de janeiro de 1717.
Natural de Manteigas, foi professor público em Lisboa, doméstico do cardeal da Cunha e cónego na colegiada de Santarém. Era poeta latino muito distinto, e escreveu nesta língua alguns epigramas que se publicaram em 1685.
Escreveu:
Epigrammata sacra per singulos ann dies, Juxta ordinem Breviari Romani incipienta a nativitate Domini nostri Jesu Christi, cui opusculum consecratur. Accesserunt epigrammata ad Sanctos Lusitanos ad Passionem Domini, et una pia etiam elegia, e Cunebat Emmanuel d'Abrantes, sacerdos Lusitanus, Ulisipone, 1685.

"Epigramas sagrados, pelos dias um por um, de acordo com a ordem da Liturgia das Horas do início do nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo, ao qual o trabalho é consagrada. Vieram depois Epigramas de Santos portugueses à Paixão do Senhor, e há também uma elegia amorosa, por Emmanuel d'Abrantes, Portugal padre, Lisboa."

Faleceu em 10 de janeiro de 1717.

joraga@netcabo.pt e joraga200@gmail.com ou zeraga@gmail.com

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
aminhaTEIAnaREDE www.joraga.nethttp://museuvirtual.activa-manteigas.com/index.php/places/patrimonio-arqueologico/casa-das-obras/