GENTE DE MANTEIGAS


contacto © joraga ®.

Afinal quem é
PAULO LUÍS MARTINS?

Gente de Manteigas in G+, de José Paiva Tacanho

FIGURAS HISTÓRICAS
de MANTEIGAS in «ANTOLOGIA»,
de José Lucas Baptista Duarte
1985
PRESIDENTES de CÂMARA
de 1910 a 2017 e AQUI
AUTORES e LIVROS e AQUI
de Gente de Manteigas
in TOPONIMIA, e AQUI
de José David Lucas Batista
in CONTOS SERRANOS,
de Dr. João Isabel e AQUI
in POIOS e PROSA
de António Leitão (PDF?)
in AQUELE PROFUNDO VALE, de José Cleto Estrela e AQUI


CAPITAO-MÓR PORFÍRIO SARAIVA

in ANTOLOGIA I - Depoimentos histórico-Etnográficos sobre MANTEIGAS e SAMEIRO, de José Lucas Baptista Duarte, 2ª ed., Câmara Municipal de Manteigas, 1985. pp. 106 - 107.

"Porfírio António Vaz Leitão Saraiva representa um dos ramos dos Saraivas de Santa Marinha que vieram estabelecer-se em Manteigas na segunda metade do século XVII.

Era filho de Diamantino António Vaz Leitão Saraiva e casou com Francisca Henriqueta Ribeiro Saraiva.

Desde muito novo sentiu um especial atractivo pelas questões políticas locais que eram um reflexo das lutas travadas entre duas grandes correntes de opinião nacional simbolizadas nos seus chefes supremos - D. Pedro e D. Miguel.

Porfírio Saraiva era Absolutista e teve que defrontar-se com manteiguenses muito ilustres que à causa da liberdade vinham sacrificando a tranquilidade dos seus lares e até mesmo as suas próprias fortunas, como sucedeu a António Ribeiro Barbas Saraiva, e a outros seus amigos políticos que por muito tempo sofreram em Inglaterra as agruras do exílio.

Era dotado de grande combatividade e assim a sua acção política não se limitava a uma acção tribunícia. Quando se tornava preciso o seu esforço, Porfírio Saraiva aparecia sempre. Fez parte do Batalhão de Voluntários da Covilhã, e de tal forma o seu nome gozava prestígio nas estâncias oficiais, que foi promovido ao posto de capitão para aquela unidade militar por decreto de 23 de Junho de 1829.

Durante as guerras civis assistiu a diferentes acções, principalmente no cerco do Porto, e os seus serviços foram de tal forma relevantes nos combates de 17 de Dezembro de 1832, que foi graduado em major por Decreto de 25 de Janeiro de 1833.

A sua favorecida posição política durante o reinado de D. Miguel e o prestígio inerente ao seu nome são as causas que levaram à sua eleição para o alto cargo de capitão-mor da vila de Manteigas em 1829, conforme consta dos registos do arquivo municipal, e que obteve a necessária confirmação por carta régia de 21 de Julho de 1830.

A vitória do Liberalismo colocou-o depois em plano de menor categoria, mas conservou-se fiel às ideias politicas de que seu filho, António Augusto Vaz Leitão Saraiva, foi devotado apóstolo".

Do E.B. N.º 74 (1 -3-1933)

Ver também em:

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/cc/Liberal_Wars.jpg

"
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/cc/Liberal_Wars.jpg

"Caricatura representando D. Pedro IV e D. Miguel disputando a coroa portuguesa, por Honoré Daumier, 1833.

Gazeta de Lisboa, Edições 153-309

https://books.google.pt/books?id=TvIvAAAAYAAJ&pg=PA625&lpg=PA625&dq=CAPITAO-M%C3%93R+PORF%C3%8DRIO+SARAIVA&source=bl&ots=FpNC5o-mTn&sig=XN3L
TGYWqxdWumKrH-JrIYm13gE&hl=pt-PT&sa=X&ved=0ahUKEwjfnsGdhsfQAhWGVRoKHSVMBgMQ6AEIHDAA#v=onepage&q=CAPITAO-M%C3%93R%20PORF%C3%8DRIO%20SARAIVA&f=false

«Em resoluções de 9, e 16 de Junho de 1830, Tomadas sobre Consultas do Conselho de Guerra, Houve sua Magestade por bem promover aos Postoa de Ordenanças os indíviduos abaixo indicados:
A Capitão Mór das Ordenanças de Manteigas, Porfírio António Vaz Leitão Saraiva.
A Capitão da 2ª Companhia do Districto de Belmonte, José Martins Mendes, Alferes da mesma Companhia.»

joraga@netcabo.pt e joraga200@gmail.com ou zeraga@gmail.com

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
aminhaTEIAnaREDE www.joraga.nethttp://museuvirtual.activa-manteigas.com/index.php/places/patrimonio-arqueologico/casa-das-obras/