GENTE DE MANTEIGAS


contacto © joraga ®.

Afinal quem é
PAULO LUÍS MARTINS?

Gente de Manteigas in G+, de José Paiva Tacanho

FIGURAS HISTÓRICAS
de MANTEIGAS in «ANTOLOGIA»,
de José Lucas Baptista Duarte
1985
PRESIDENTES de CÂMARA
de 1910 a 2017 e AQUI
AUTORES e LIVROS e AQUI
de Gente de Manteigas
in TOPONIMIA, e AQUI
de José David Lucas Batista
in CONTOS SERRANOS,
de Dr. João Isabel e AQUI
in POIOS e PROSA
de António Leitão (PDF?)
in AQUELE PROFUNDO VALE, de José Cleto Estrela e AQUI


Dr. JOÃO BAPTISTA ISABEL (1903 - 1984)

Pode Ler / Ver ContosSerranos_JISabel_recupera_jrg_201509.pdf

«Nasceu em Manteigas a dois de abril de 1903, frequentou o curso liceal na cidade da Guarda partindo depois para Lisboa onde se licenciou-se em medicina. Exerceu a sua profissão de médico em Manteigas, onde faleceu em vinte e três de agosto de 1984.
Era um apaixonado pela música, violinista amador e poeta, pai de sete filhos dos quais alguns seguiram a carreira musical. Estreou-se na escrita aos catorze anos, colaborando no jornal "Noticias de Gouveia".
Como poeta, a sua poesia é muito pessoal, refletindo temas e assuntos familiares: mãe, esposa e filhos. O amor filial está muito presente. Também a sua ligação à terra, aos lugares e aos espaços transfigurados e acima de tudo uma ideia de Deus, o Invisível, a pairar na vida do sujeito poético, repassada de transitoriedade. As formas poéticas mais usadas são as quadras, conseguindo nalgumas, uma beleza e perfeição notáveis. Os sonetos atingem um nível razoável, sobretudo, na musicalidade e no ritmo. Como prosador, cultivou a narrativa e dentro desta, o conto. As figuras são típicas e são do meio, da região, da Serra e de Manteigas. O léxico usado por estas personagens é a manifestação de um património local a não perder.»
in - /a-guarda-em-letras/
Obras:
Estela (1918)
Três problemas sanitários urgentes (1948)
O Infante de Sagres, conferência (1960)
A família e a educação religiosa dos filhos, conferência (1960)
Quando a neve cai (1961)
Cântico da montanha (1977)
Mare Nostrum (1984)
Contos serranos (1988)
Fonte:
ALMEIDA, António José Dias de (org.) - Guarda livros: textos e contextos. Guarda: Câmara Municipal, 2004.
GOMES, Jesué Pinharanda - Dicionário de escritores do Distrito da Guarda. Guarda: edição do Autor, 1969.
ROMANA, José Manuel Trigo Mota da - Antologia de escritores da Guarda: século XII a XX. Guarda: Câmara Municipal da Guarda, 2003.


Dr. Isabel e esposa (desenho de Isolino Vaz in «contos serranos»)

(Dois poemas citados por Rui de Carvalho na sua Página - Manteigasemimagens)

Ó minha terra rústica e velhinha exilada do mundo,

Entre montanhas, doce torrão!
O' terra onde nasci, tão pobrezinha,
Já vestida de noite na tardinha,
Mas rica de beleza e solidão.

(Dr. João Isabel)
(Rui de Carvalho - 2010 -- Quarta-feira, 17 de Março)


E o Zêzere ao longe,
No seu sussurro múrmuro e dormente,
É a alma de um monge, humilde e penitente,
A rezar…

(Dr. João Isabel)
(Rui de Carvalho - 2010 03 16-- Terça-feira, 16 de Março

Algumas OBRAS (in Manteigas Fundo Local)


CÂNTICO da MONTANHA, João Isabel, Manteigas, Ed. do autor, 1977


MARE NOSTRUM, João Isabel, Guarda, edição do autor, 1984

Soneto à Guarda

A Guarda em Letras

Quando visito ainda essa cidade
Tão alta e tão nevada, junto ao céu,
Sinto vibrar, cá dentro, a mocidade
Dos saudosos tempos do Liceu.

E dobra em mim o sino da saudade...
O que fui... o que sou...Já não sou eu!
Nem vejo já ninguém da velha idade,
Pois tudo já passou, tudo morreu...

Alunos, professores, raparigas,
Algumas tão formosas, tão amigas
Aquelas que melhor eu conheci!...

Guarda!... Tanto sonho e tanta mágoa...
E sinto os olhos sempre rasos d´água
Quando te vejo, ou quando penso em ti.

(Extracto de “Mare Nostrum” de João Isabel
Minha Terra Alta de Azul e Neve)

Pode Ler / Ver ContosSerranos_JISabel_recupera_jrg_201509.pdf


CONTOS SERRANOS
, João Isabel, Ilustrações de Isolino Vaz, 2ª ed. Manteigas, Câmara Municipal de Mantreigas, 1888

Pode consultar extractos desta obra em PDF, in
joraga.net/serradaestrela/pdf/CONTOS_S_indice_Ilustra_tabelas

joraga@netcabo.pt e joraga200@gmail.com ou zeraga@gmail.com

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
aminhaTEIAnaREDE www.joraga.nethttp://museuvirtual.activa-manteigas.com/index.php/places/patrimonio-arqueologico/casa-das-obras/