INOCÊNCIO de BRITO

Poeta Popular de S. Matias, Beja, MESTRE em DÉCIMAS e QUADRAS

in joraga.net - aminhaTEIAinterminávelnaREDEilimitada

contacto © joraga ®

3.
QUADRAS
& curtas estórias

Dedicatória - Ficha Técnica - Família - Outros colaboradores

DEDICATÓRIA

Ao Povo de S. Matias
À Família de Inocêncio de Brito
À Escola Secundária Diogo de Gouveia, D. Manuel I, EB2 Santa Maria e Escola do Magistério Primário, Beja, as escolas onde tive o privilégio de trabalhar com Alunos e Amigos, entre os anos 1980 e 2000.

A todos os que têm alma de Poeta e têm de gritar a sua Poesia
na Solidão, onde:
"Brado, Ninguém me responde,
Olho, não vejo Ninguém"

Ficha Técnica

Título

DÉCIMAS de INOCÊNCIO DE BRITO – POETA POPULAR de S. Matias, Beja ‑ GRITOS NA SOLIDÃO – UM POETA ESQUECIDO

Autor/es & coAutores

Inocêncio de Brito, com Recolha e Coordenação e esboço de estudo de José Rabaça Gaspar; e colaboração de Cremilde Brito e José Fialho, bisnetos do Poeta, em representação da família que forneceu fotocópias dos manuscritos; e Maria de Fátima da Vinha Borges e Manuel Alexandre de Sousa Aleixo, em representação do Grupo de jovens de Abril que nos anos setenta andaram a recolher os textos do poeta esquecidos e dispersos; e Manuel de Sousa Aleixo, em representação daqueles que guardam na memória episódios da vida e dos versos que ecoam no presente e no futuro como GRITOS na imensa SOLIDÃO... afinal, Todo o Povo de S. Matias...

Montagem e impressão

JORAGA

Revisões e organização

Cremilde de Brito e Maria de Fátima da Vinha Borges

Capa

Arranjo de Isabel Juvera, e-libro, e JORAGA com Pastor com o seu cão e árvore solitária perdidos na imensidade da solidão...

s/Foto Postal de Rui Cunha.

Fotografias e Ilustrações

As Fotografias usadas são da Família de Inocência de Brito, e as restantes de A. Cunha, Rui Cunha, M. A. Aleixo, JRG e Inge Wilkens, com arranjos de JRG.

Ano

1996 – 1998 – 1999 - 2006

Local

S. Matias, Beja

Tiragem /Dep. legal

2 exemplares, formato A4, em HP 550 – JORAGA99 – 25.07.1999
revista - Arquivo de Beja, vol. XII - série III - Dez. 1999
Em 2006 - 06

1ª impressão, virtual e em papel a pedido editora e-libro, Buenos Aires, em Junho de 2006.
Nova impressão editora Bubok, em Maio de 2010.

Contribuições dadas para este estudo:

Nota em 2010: Após Julho de 2008, através do empenhado contributo do Dr. José António Cabrita, foi possível colmatar as falhas, que havia na primeira impressão, a respeito dos dados sobre Inocêncio de Brito, como as datas de nascimento, casamento e óbito. Ver certidões e dados noutra página.

I – A família é muito numerosa e está espalhada um pouco por todo o lado.

Eis alguns que foi possível contactar:

Nome

Idade em 1998

Parentesco

Contacto

Notas

António Paulino de Brito

91 (1907)

neto

Rua Dr. Covas Lima, 15

S. Matias

7800 Beja

Rua Duarte Galvão, 9, 4º D.to
Lisboa (Benfica)

Conta numerosas histórias do seu avô e guardou durante muitos anos originais com a letra do seu avô que depois confiou à guarda da sua filha Cremilde...

Informou-nos por exemplo que: «O padre que o terá ensinado a ler, ao ver que o rapaz tinha queda para os estudos, foi um Senhor Padre José Maria Carreira que tinha casa e família e bens em S. Matias».

Maria Clara de Brito

 

neta

(a mesma de mestre Paulino)

Vive com o irmão, Mestre Paulino e ajuda-o a lembrar-se de muitas coisas... e vai contando as que se lembra..

Professora Cremilde de Brito

65 (1933)

bisneta

Rua dos Açores, 3, r/c Dtº

7800 Beja

Teria 5 anos quando faleceu o seu bisavô e tem dele a imagem de uma figura franzina, de olhos azuis, lembrando-se sobretudo da sua figura na eça, durante o velório; e foi professora em S. Matias, Beja, tendo ensinado uma grande parte dos adultos que vivem agora em S. Matias; está agora reformada e é a fiel depositária dos originais que serviram para emendar praticamente todas as recolhas feitas até 1998.

Inocêncio Brito Ruaz

 

neto

Monte do Calvário
S. Matias
7800 Beja

Terá possivelmente, ainda, alguns documentos e originais do seu avô.

José Martins Ruaz

 

 

Vendas Novas

Filho de Inocêncio Brito Ruaz, é coronel do exército.

Mariana Paulino

 

bisneta

Rua Dr. Manuel de Arriaga, 59

7800 Beja

Foi professora de Língua e Literatura Portuguesa, na Esc. Sec. Diogo de Gouveia, é funcionária das Finanças, formada em Direito, dá aulas na Universidade Moderna, em Beja...

José Fialho

Mora em Faro do Alentejo e consta que sabe muitas coisas do Mestre Inocêncio de Brito e terá até alguns originais... também faz poemas e quadras de sua autoria... É bisneto de I.B. e terá sido o que herdou a queda do bisavô.

J. Parreirinha

Filho de José Fialho, mora na Moita e, em 1994, fez uma recolha das Décimas do pai e algumas do trisavô que intitulou «HERANÇAS».

Mestre Leonel

Ferreiro, morador em S. Matias, Monte do Calvário, que é primo irmão de José Fialho, morador em Faro do Alentejo

OUTROS COLABORADORES

No fundo, temos que admitir que, para a elaboração deste trabalho, foi decisiva a colaboração e compreensão de muita gente e muitas entidades. Cumpre nomear aqui, correndo o risco de esquecer alguém, pelo que desde já apresento as mais sinceras desculpas:

A Escola Secundária D. Manuel I, especialmente ao seu Conselho Directivo e Conselho Pedagógico, pois sem a sua compreensão e tolerância, não teria sido possível, nem o tempo nem a distanciação necessárias para um trabalho desta envergadura para o qual, normalmente, as Escolas e o Ensino Oficial não têm tempo ou disponibilidade, ou não há sensibilidade suficiente para lhes dar a devida atenção.

A Casa do Povo e S. Matias que sempre se prontificou a dar as informações e apoios que foram solicitados e a contribuição do Grupo Coral e do Grupo de Teatro.

A Junta de Freguesia de S. Matias, especialmente na pessoa do seu Presidente, Olímpio José Carvoeiras , que sempre se mostrou interessado em implementar um trabalho deste género.

                O Povo de S. Matias que afinal colaborou directa ou indirectamente, através dos que já foram nomeados e da colaboração que é mencionada a seguir, incluindo a colaboração dada nas conversas informais que não tive oportunidade de referir.

Outras contribuições:

Nome

Notas

Domingos António Espinho

Conhecido de José Fialho e Mestre Leonel - passou muitas DÉCIMAS de Inocêncio de Brito à máquina de escrever, e de outros Poetas Populares...

Mariana Ramalho

Uma senhora que foi professora / regente em S. Matias, vive, em 1998, no asilo em Beja (lar para idosos), Mansão de S. José... “Era a única que escrevia as décimas como ele (o Inocêncio de Brito) lhe pedia...” afirma o Mestre Paulino... os outros ou se enganavam ou pretendiam emendar o que ele dizia...

Joaquim Ruaz, reformado, agricultor e mestre de obras, nascido, criado e morador em S. Matias, é elemento da Junta de Freguesia e da Casa do Povo, bem como do Grupo Coral.

Sabe de cor várias Décimas de Inocêncio de Brito, ajudando a descobrir a palavra exacta ou o sentido para algumas transcrições. Afirma que o António Aleixo e Manuel de Castro, que por vezes se encontravam nas Feiras da região, especialmente na de Castro Verde, consideravam este pastor o seu Mestre e terão glosado Quadras suas. Afirma ainda que algumas Décimas consideradas anónimas e atribuídas a outros, são de sua autoria, e por isso, seria justo e oportuno dedicar-lhe um estudo que merece.

Manuel de Sousa Aleixo e Maria da Conceição Sousa Aleixo, familiarmente conhecidos pelo Mestre Blé ou Blezinho (que são todos os Manéis) e pela Bia São (porque todas as Marias são Bias)

Pedreiro, agricultor, morador em S. Matias, sabe quadras (décimas) inteiras de mestre Inocêncio e lembram-se de muitas histórias. Ainda conviveu com ele no Monte Vale de Água, onde, pelos anos 1935, para onde foi chamado pelos rendeiros que eram da família Guiomar, um tal Pedro Nunes, para ser professor dos filhos que não podiam ir à escola e ali com ele, encarregado também de guardar as vinhas, podiam aprender a ler e a escrever... “Quando ia com os animais para algum trabalho, chegava a desmontar-se para apanhar algum papel que encontrava no chão ou restos de algum jornal para ler e aprender palavras novas que depois aplicava nos versos...

Maria de Fátima da Vinha Borges

Professora do Ensino Secundário que com um Grupo de Jovens, entre 76 e 78, pesquisaram e recolheram versos do poeta... com Mariana Paulino, Lucília Aleixo, o José Vargas Aleixo, Leonel Sousa, Manuel Aleixo, Fátima Faneco, Jaime Curva, José Curva, António Manuel Curva, Ana das Dores, João Sardica... José Silva, a Ventura, com o apoio e orientação do professor Rui Parreira da Escola Secundária N.º 1, de Beja, com alunos de Beja como Joaquim Oliveira Caetano e outros...

Domingos Borges e Beatriz da Vinha

O “Velho mais novo” de S. Matias que conhecia toda a gente e toda a gente conhecia em S. Matias e como feitor correu, com a sua mulher Beatriz e as filhas, Fátima e Lourdes, todo o Alentejo desde Barrancos, Monte do Pintador em S. Amador, Beringel, Odivelas... Faleceu em Outubro de 1995... e ainda conheceu e lidou com Inocêncio de Brito.

Manuel Alexandre Souas Aleixo, contabilista, nascido, criado e morador em S. Matias.

Foi das primeiras pessoas que me forneceu por escrito algumas Décimas e tentava estabelecer contactos e procurava conseguir cópias junto de pessoas ou familiares que teriam uma recolha. Fez parte dos grupos que em tempos se dedicaram à recolha da obra de Inocêncio de Brito.

Arisberta Costa Aleixo, professora no Ensino Secundário

A viver com a família em S. Matias tem um contacto privilegiado com os poetas populares...

Jaime Curva (Emigrante em França e nos anos noventa já no Algarve),

Conseguiu guardar fotocópias de uma recolha realizada e depois bateu à máquina, e serviu de base a grande número de Décimas que constam deste trabalho...

Olímpio José Carvoeiras

O dinâmico presidente da Junta de Freguesia de S. Matias, nos anos noventa, que sempre procurou conhecer e dar a conhecer este Poeta.

Leonel de Jesus Rato Sousa

Foi Presidente da Junta em dois mandatos nos anos oitenta e tomou a iniciativa de dar o nome de pessoas importantes de S. Matias às ruas da aldeia, por exemplo a Rua Inocêncio de Brito e Alferes Borges dos Reis

José Galo

Foi o primeiro Presidente da Junta de Freguesia democraticamente eleito e exerceu o mandato durante três anos.

Manuel António Modesto

Foi o Presidente da Comissão que presidiu à Junta de Freguesia após o 25 de Abril até às primeiras eleições.

Pedro António Nunes

Um antigo Presidente da Junta, antes do 25 de Abril, que muito fez por S. Matias, a ponto de lhe ter sido atribuído o nome de uma rua, a antiga Rua Longa.

José Maximino Silva

Como representantes de alunos que frequentavam os Cursos Complementares Nocturnos na Escola Secundária Nº1 de Beja (Diogo de Gouveia) nos anos 1983/85 e me falaram dos Poetas de S. Matias e da representação do Presépio no Natal.

Isabel Horta Borges

Como representante dos alunos dos Cursos Complementares Nocturnos, na Escola Secundária Nº2 de Beja (D. Manuel I) que levavam para as aulas textos de Literatura Popular Tadicional

 

 

E-Mail: joraga@netcabo.pt e joraga@netc.pt
pelo Tel 212 553 223 ou pelos Tlm 917 632 524
e pelo CORREIO: Rua Almada Negreiros, 48 - 2855-405 CORROIOS.
visite ainda a minha TEIA na REDE além de joroga.net - joraga/alice/osrabaca/serradaesrela/gilvicente/cart2326/

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
Joraga 2000 em viagem