Serra da Estrela - Manteigas

in joraga.net aminhaTEIAinterminávelnaREDEilimitada

um ANDARILHO em viagem pelas
7 partidas... 7 jornadas... 7 mundos... 7 mares... 7 temas... 7 espaços... 7 tempos...

por JORAGA o acrónimo de JOsé RAbaça GAspar e outros mais de 1001 deNÓMIOS...

contacto © joraga - 2017 AGOSTO ® em construção desde Maio 2000 in joraga2000 -
em rec. desde Outubro de 2002

Aqui pode ver o inicio da Página original em 2000
130 mil - visitas calculadas desde 2000 a Junho 2013web statistics

xxx xxx xxx

Novo LIVRO, em Outubro de 2017
"Manteigas: No outro lado do tempo"
Décadas de 1950 e de 1960

NATANIEL LOPES DA ROSA
2017 10


Edição do CENTRO RECREATIVO E CULTURAL DE SANTA MARIA - MANTEIGAS
CHIADO EDITORA
Prémio Literário Dr. José David Lucas Baptista

Albino Leitao
2017 10 13 - in FB



Nataniel Lopes da Rosa é o autor distinguido com o Prémio Literário Dr. José David Lucas Baptista instituído pelo Centro Recreativo e Cultural de Santa Maria - Manteigas.
A sua obra "Manteigas: No outro lado do tempo" é um relato concentrado sobre Manteigas, nas décadas de 1950 e 1960, onde a ruralidade imperava.
A mesma obra reconstitui, com grande realismo e mestria, os hábitos e tradições de muitos Manteiguenses, a sua cultura serrana, a sua vida dura, difícil, revelando Homens e Mulheres de grande honestidade e dignidade, habituados a sobreviver em tempos de muita escassez.
Esta obra, já editada pelo Centro Recreativo e Cultural de Santa Maria - Manteigas, será oportunamente apresentada em cerimónia pública.

2017 OUTUBRO

Esta NOTA no FB do José da Cruz Paixão é já de 22 de Setembro de 2017

CAROS CONTERRÂNEOS, AMIGOS E LEITORES DA MINHA ESCRITA SIMPLES.

Apresento-lhes a capa do meu próximo apaixonante romance a sair muito em breve.

Oportunamente informarei quando e onde farei o lançamento, e apresentações.

Como vai sendo habitual, conto consigo para me acompanharem em mais um dia que ficará para a história de Manteigas e dos manteiguenses residente e na diáspora.

Abraço amigo

Ficamos a aguardar...

2017 SETEMBRO

Em elaboração uma GALERIA de Bispos, Padres, Frades... naturais de Manteigas e que exerceram funções em Manteigas...

2017 AGOSTO


Em elaboração uma GALERIA de Bispos, Padres, Frades... naturais de Manteigas e que exerceram funções em Manteigas...
Podem continuar a ver uma GALERIA de Livros e Autores de Manteigas...
e podem comentar, sugerir emendas ou falhas...

 

2017 JULHO
Podem ver uma GALERIA de Livros e Autores de Manteigas...
e podem comentar, sugerir emendas ou falhas...

2017 FEVEREIRO


Um projecto em construção a pedir colaboração dos Amigos da minha STerra...

2016 JULHO

Caros amigos:

É já no próximo sábado, dia 23, às 17 horas, que, no Centro Recreativo e Cultural de Santa Maria - Manteigas - vai ter lugar o lançamento do meu 5º romance
- A CHAVE DO SEGREDO -

É nesse sentido que lhes envio esta mensagem a convidar a assistir e participar naquela sessão cultural e promocional de Manteigas.

A sua presença muito me honrará.

A sessão é pública. Leve consigo familiares e amigos.

Haverá momentos musicais de alto nível.

No final, haverá o tradicional convívio.

Espero por si.

José Paixão

2016 JUNHO


GENTE de MANTEIGAS (não sei bem QUEM... não sei bem quantos...) queremos pedir ao Ilustre Manteiguense Senhor Engº Rui Morais Esteves Gaspar de Carvalho, em memória do seu pai Miguel Esteves Gaspar de Carvalho e dos Manteiguenses seus contemporâneos, que nos deixasse registo de, pelo menos, três obras, sem as quais, MANTEIGAS ficará ainda mais pobre...

Estão já esboçadas no BLOG: manteigasemimagens

1 -- A SUA POESIA

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

SAUDADES DE UM VALE DE SONHO
Passou mais um mês de Julho, já distante daquele em que nasci nesta Terra que nunca saiu do meu coração e continua a inspirar-me a mesma ternura e a fazer-me sofrer da mesma saudade com que recordo os meus pais, os meus avós, os meus tios, os meus primos e os meus amigos e outros que já partiram mas que, tal como ela, estão presentes no
"Livro dos Meus Amores" que, na minha imaginação, escrevo todos os dias.

Envolvem-te as montanhas num abraço doce,
Que te protege dos males que te procuram,
Banham-te as águas em que teus males se curam,
Cobre-te o Céu como se o manto fosse
De Raínha que és da Serra Majestosa
Em cujo coração foste implantada,
Nele escondida como moura encantada,
Mas sempre a abrir como um botão de rosa!

RC

2 -- MANTEIGAS
antesEdepois

«Com meu pai percorri estradas, caminhos e veredas desta Serra da Estrela onde nasci, apreciando e fotografando as maravilhosas paisagens que nos oferece.
Homenageando quem, como ninguém antes de si, fotografou e divulgou Manteigas e a sua Serra, aqui vou publicar algumas fotografias que fiz tentando, como meu pai me ensinou, olhar as belezas desta terra que amo.»

«Finalmente, quero referir uma exposição fotográfica retrospectiva da Festa de Nossa Senhora da Graça da qual o espólio de meu pai é a grande base e a prova inequívoca de ter sido ele o grande ilustrador do passado manteiguense, com um enorme contributo para uma Terra que, infelizmente, pouco cuidou das suas memórias.»

3 -- MANTEIGAS
antigamenteeraassim

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

«ANTIGAMENTE, ERA ASSIM...
Depois da exposição fotográfica que promovi no passado mês de Maio, no salão de exposições do Centro Cívico de Manteigas, penso ser a altura de publicar aqui fotografias antigas da nossa Terra e da nossa Gente, fotografias irrepetíveis pelos motivos que registam e de um enorme valor para a História de uma Terra que, por muitas razões, mereceria ser um dia bem contada.
Estive presente no momento em que muitas delas foram feitas e, até, uma ou outra terá sido feita por mim. Mas todas elas fazem parte de um extenso acervo legado pelo meu pai que foi, não me restam quaisquer dúvidas, um dos maiores entusiastas das beleza naturais da nossa Serra da Estrela, muito particularmente pelas deste recanto que é o mais belo de todos.»

2016 MARÇO

Quinta- Feira, dias 3 de Março de 2016, pelas 21 Horas, no salão paroquial de São Pedro...

Nota de: Pe Luís Pardal:

É já na 5 feira... Celebramos a Eucaristia às 18h30, preside o nosso Bispo. E às 21h00 será apresentado o livro!

2016 FEVEREIRO

cartaz-expo-estrela-2016

Data: fim-de-semana do Carnaval

«Criada em Fevereiro de 1993, com a designação de Mostra das Atividades Económicas do Concelho de Manteigas, a Câmara Municipal de Manteigas continua a promover anualmente, no fim-se-semana de Carnaval, a feira hoje designada Expo Estrela – Mostra de Atividades e Feira de Artesanato.»

mostra-de-atividades-e-feira-de-artesanato/

2016 JANEIRO 23

Ano: 2016 - Editora: Paulinas - ISBN: 978-989-673-500-5
Código de barras: 5603658188257
Páginas: 608? (576) - Peso (gr.): 960
Formato (cm.): 16 x 23 x 3,4
Autor: José António Santos

Sinopse

Este livro sobre D. Albino Cleto (1935-2012), mais do que uma biografia, é um testemunho de vida plena (mente cristã), escrito com o coração, por um amigo e admirador. Baseia-se no testemunho dos que o conheceram de perto e nos próprios escritos desta figura insigne da Igreja portuguesa. Ao longo dos seus nove capítulos encontrar-se-ão certamente muitos pormenores até agora desconhecidos da vida, ação apostólica e espiritualidade de D. Albino.
O traço mais destacado da vida do prelado não será, todavia, o itinerário repleto de tarefas multifacetadas ao serviço da Igreja, mas a sua humanidade simples, serena e humilde, como sublinha o atual bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, no prefácio do livro: "Na tentativa de definir o traço fundamental da pessoa de D. Albino Cleto, ocorre-me a expressão bíblica "passou pelo mundo fazendo o bem"."
As mais de 550 páginas, que incluem uma centena de fotografias, abrangem igualmente as ocupações que D. Albino assumiu após ter sido ordenado bispo, terminando com uma coletânea de textos em que se destacam os temas da arte, património, inculturação da fé, liturgia e diálogo inter-religioso.

2015 NATAL ... ANO NOVO 2016

2015 DEZEMBRO

EM FASE EXPERIMENTAL PODE VER E DAR IDEIAS para
gente-de-manteigas

2015 NOVEMBRO

GENTE DE MANTEIGAS
Nota de joraga.net:
Estamos a pensar abrir uma Página subordinada ao tema, baseado numa ideia de José Paiva Tacanho, (em GOOGLE+ e numa Página que LORIGA dedica às suas FIGURAS representativas... Se houver apoios e colaboração VAMOS em FRENTE... Começamos AQUI com esta IMAGEM devidamente identificada -
(Com os melhores AGRADECUMENTOS a NATANIEL ROSA que identifica a data e todos os nomes - e a Gabriela da Fonseca Gomes, que publicou a foto...- José Lopes e - José Morais que identifica alguns: Um é o falecido Ti Alfredo Caçalha. Outro o Ti Poleinas outro o Ti Profírio. Agora digam vocês nomes de alguns...»
Teria sido oportuno começar com os 150 anos da MUSICA VELHA, mas tentarei logo que tenha elementos... Entretanto podem consultar a sua Página em: http://musicavelha.net/)


MUSICA NOVA - FILARMÓNICA POPULAR MANTEIGUENSE - (FOTO de 1920)
«1º. PLANO - Da Esq. p/ a Direita - Francisco Baptista Borrego - António Craveiro Inácio - João Massano Paiva - Manuel Tiago Neves - Manuel Fernandes Cleto (Mestre) - António Tomaz Leitão - António Fernandes Cleto - Joaquim da Fonseca -
2º. PLANO - Alexandre Cardoso dos Santos - Jaime Neves Pereira - Adelino de Carvalho - João Monsanto Lucas - Fernando Cleto - Alberto Lopes da Rosa -
3º. PLANO - Germano Duarte Quaresma - Joaquim Quaresma Martins - Alfredo Neves de Matos - Manuel de Deus Leitão - João Quaresma Martins - António Pinto - João Martins Eugénio."
"ESTA FOTO É DE 1920. Um abraço do
Nataniel E. Rosa para todos os Manteiguenses amantes da DIVINA ARTE."


MUSICA NOVA (FOTO de 2011) - http://www.fpm-musicanova.blogspot.com
«Historial: A Filarmónica Popular Manteiguense - Música Nova, foi fundada a 07 de Agosto de 1877 e mantém-se em actividade ininterrupta até a presente data.
... Actualmente a Filarmónica Popular Manteiguense Música Nova conta com 55 elementos, sendo estes na sua maioria jovens saídos da Escola de Música que funciona na sua sede.»

NOTA / APELO: a todos os que quiserem e puderem colaborar com imagens e resumos biográficos... por exemplo a GALERIA dos REGENTES das duas BANDAS CENTENÁRIAS de Manteigas... e outras ideias... como figuaras típicas de ONTEM e de AGORA... É talve uma OUSADIA mas creio que vai VALER A PENA...

2015 OUTUBRO

CONTOS SERRANOS de João Isabel
(uma digitalização para PDF de joraga)

Pode consultar / LER / fazer transferêcia / divulgar / mandar sugestões...
http://www.joraga.net/serradaestrela/pdf/ContosSerranos_JISabel_recupera_
jrg_201509.pdf

CONTOS SERRANOS de João Isabel
(um índice ilustrado e tabelas para estudo, por joraga)

Pode consultar / LER / fazer transferêcia / divulgar / mandar sugestões...
http://www.joraga.net/serradaestrela/pdf/
CONTOS_S_
indice_Ilustra_tabelas.pdf

2015 SETEMBRO (Atenção dia 19, pelas 16H30, em Sintra...)

«...para o lançamento do livro Linhas Entre Nós

Pelo respeito que me merecem os amigos, conterrâneos, confrades, ex-colegas e colegas, e alunos atuais ou antigos, residentes na área da "grande Lisboa", o livro será apresentado publicamente no dia 19 de setembro, sábado, às 16H30, no Auditório da Biblioteca Municipal de Sintra - Casa Mantero - Rua Gomes de Amorim, 12 - 2710-569 Sintra, na sequência natural da sessão realizada em Manteigas, no passado dia 15,
A sessão será enriquecida com atos culturais e recreativos, e conta com a presença de uma delegação oficial de Manteigas.
Tendo em vista poder chegar ao maior número possível de leitores, o livro é cedido, sem qualquer lucro ou valor acrescentado, a cinco euros.
Se já adquiriu o livro, entretanto, tenha a gentileza de o levar consigo para a sessão.
Informação: antes de penetrar na parte central da vila, encontrará zonas de estacionamento gratuito no Largo dos Serviços Municipalizados (frente às Finanças e ao SMAS), ou entre o Centro Cultural Olga Cadaval e a Biblioteca, na rua Câmara Pestana. Depois, é um passeio a pé, de dois a cinco minutos.
Aproveite a tarde para uma visita à beleza excecional de Sintra, e um encontro renovado com gente que gostará de rever.
Aceite o Convite: é feito com prazer. E pode fazer o favor de passar palavra a gente de bem, por mail ou pela sua rede social. Fico grato.
J. A. Marcos Serra
(j.a.marcosserra@gmail.com)
- NÃO é necessário imprimir o Convite
- Confluência a partir das 16H00
»

2015 SETEMBRO


No dia 24 de Agosto de 2015, a Drª Fernanda Cardoso, Secretária da Presidência, e Sara Martins. estagiária do Arquivo Municipal, em nome da Câmara Municiapal, recebem mais alguns livros e trabalhos impressos, de José Rabaça Gaspar, para que possam constar do Fundo Local... GRATO pela simpatia!

Manteigas - Fundo Local

Trabalhos editados pela eLibro, na sequência dos 8 exemplares que já contam do Fundo Local:

- O PASTOR: Viriato dos Hermínios foi encarregado de a divulgar a quem a quiser ouvir... Há mais 5 lendas complementares... Pode ver tb. em:
http://www.e-libro.net/libros/libro.aspx?idlibro=2009

- MANTEIGAS: "Depois de NOMINALIA, MANTEIGAS completa uma segunda trilogia (com ALFÁTIMA e O PASTOR) para nos 'descobrirmos' através dos Contos e das Lendas"... pode ver tb. em:
http://www.e-libro.net/libros/libro.aspx?idlibro=2021

- GRITOS NA SOLIDÃO - Décimas de Inocêncio de Brito - «(Inocêncio de Brito -1853?-1938?- foi um notável Mestre na Arte de versar em Décimas "construindo" importantes temas com um profundo fundamento como a Morte, a Guerra, a Mulher...»
que pode consultar e /ou transferir em:
e-libro -
http://www.e-libro.net/libros/libro.aspx?idlibro=2032
bubok -
http://www.bubok.pt/livros/1245/GRITOS-NA-SOLIDAO--Decimas-de-Inocencio-de-Brito

- LENDAS DE BEJA - que pode consultar e transferir em:
http://www.bubok.pt/livros/5206/Lendas-de-Beja--O-Touro-e-a-Cobra-e-outras-LENDAS

- MANTEIGAS - FORAL MANUELINO - que pode consultar e transferir rm:
http://www.bubok.pt/livros/7917/MANTEIGAS--FORAL-MANUELINO

E mais alguns trabalhos publicados na Revista ARQUIVO de BEJA, Revista LER EDUCAÇÃO da ESE/Beja, e SERPA INFORMAÇÃO... ainda uma participação numa ANTOLOGIA da ABRALI, Brasil...

2015 AGOSTO

Dia 15 de Agosto, J. A. Marcos Serra apresentou o seu livro:
LINHAS ENTRE NÓS

AGRADEÇO a simpática dedicatória que escreveu a pedido do meu mano António Miguel...

Já li... apreciei... encontrei muitas LINHAS entre NÓS... e gostava de encontrar mais... logo que possa... Com a obra em PDF conseguiria algumas LINHAS de LEITURA... ABRAÇO! OBRIGADO!

JOSÉ RABAÇA GASPAR verifica e AGRADECE o registo de 8 obras de sua autoria na BIBLIOGRAFIA DO FUNDO LOCAL e apresenta mais 23... (clicar atrás ou na imagem) e sugere a consulta de mais cerca de uma centena e meia... (clicar atrás ou na 2ª imagem abaixo)


2015 MAIO




CONTOS SERRANOS de João Isabel - ANTOLOGIA I de José Lucas B. Duarte - POIOS E PROSA de António Leitão
a minha HOMENAGEM a CONTADORES de MANTEIGAS...
(Clicando na capa do livro pode VER / LER os CONTOS SERRANOS e POIOS E PROSA em PDF (CMManteigas)


ALFÁTIMA de José da Serra do Vale do Zêzere -NOMINALIA de Herminia Herminii - O PASTOR de Viriato dos Hermínios - MANTEIGAS de Hermes do Zêzere... são trabalhos de (deNÓMIOS) de José Rabaça Gaspar

novasdaminhaSTerra 2015 ABRIL

...um SINAL da busca das minhas raízes para ir abastecendo
o ARCAZ de CONTOS & LENDAS de MANTEIGAS... da minha STerra...

... ainda em elaboração... e a contar com achegas (alguns carregos) de mais Amigos...

 

novasdaminhaSTerra 2015 MARÇO

DAMOS POR TERMINADA A PÁGINA do FB DEDICADA AOS 500 ANOS DO FORAL MANUELINO DE MANTEIGAS...

https://www.facebook.com/groups/Manteigas2014/

Manteigas 2014 -
https://pt.scribd.com/…/Manteigas-Foral-Manuelino-1514-03-04
(AQUI, em cima pode copiar o endereço e colar na barra, para ter acesso ao documento publicado em SCRIBD... 'comopartilhadoconhecimento')
Teve 320 consultas e pode ser pedido à BUBOK para adquirir em PDF ou impresso em papel...
http://www.bubok.pt/livros/7917/MANTEIGAS--FORAL-MANUELINO
OBRIGADO A TODOS...
No dia 4 de Março de 2015, MANTEIGAS 2014 dá por terminada a sua MISSÃO... Esta página, criada para conhecer melhor e dar a conhecer o FORAL MANUELINO, ao longo de UM ANO, embora não tenha tido o êxito e divulgação esperada... (por mim) quero agradecer aos mais de duas centenas e meia de MEMBROS que se inscreveram e de alguma maneira contribuíram... Para terminar deixo o Slide Show com a transliteração do FORAL, que teve 73 CONSULTAS!...para memória e possível reflexão a desenvolver...

 


MANTEIGAS
FORAL MANUELINO
datado de 4 de Março de 1514

4 de Março de 2014 - 2015

novasdaminhaSTerra 2014 NOVEMBRO

Terceiro romance, intitulado
Casino, Amores e Traições
de José Paixão

Mensagem de 17 de Novembro:

«Conforme anunciado nas redes sociais, emails e N. Manteigas, realizou-se ontem (16) na livraria Desassossego, R. S. Bento nº 34, o lançamento do meu terceiro romance, intitulado Casino, Amores e Traições.

Em Manteigas será no próximo sábado, dia 22.

Aproveito para lhe comunicar que que a extraordinária sala esteve repleta ( como um ovo) de muitos manteiguenses e de amigos residentes na área de Lisboa. Pelo que me foi comunicado (já que sou suspeito) a sessão foi um êxito, já que para além dos oradores, a nossa conterrânea Sílvia Monteiro brindou-nos com uma sessão musical em violino.»

com os meus melhores cumprimentos,
José Paixão

Mensagem de finais de Outubro:

Caros amigos/as:

Como anteriormente vos comuniquei, o lançamento do meu 3º livro, CASINO, AMORES E TRAIÇÕES, está na fase decrescente.
Conforme cartaz e convite, no próximo dia 16, (domingo) pelas 17h00, na livraria Desassossego, Rua de S. Bento nº 34 Lisboa, irá poder desfrutar de um ambiente extraordinário em luz e cor, onde igualmente poderá apreciar, participar, conviver, e degustar sabores da nossa terra.
Fico grato com a vossa presença e pela divulgação que contribuam para dinamiza esta grande jornada de cultura e convívio.
Dentro de dias, novo anúncio para a apresentação em Manteigas.

Abraço: José Paixão

novasdaminhaSTerra 
2014 JULHO
MANTEIGAS / FAMÍLIA BISCAIA FRAGA - uma CENTENÁRIA em 2 de Julho

ver em FB - PARABÉNS! Muitos e BONS anos!

Caminhada ” A Lã e a Neve” dia 12 de Julho de 2014

Para preparar a 'CAMINHADA' pode ler a TRAVESSIA de Horácio e Serafim Caçador, entre Manteigas e Aldeia do Carvalho, naqueles tempos...

 

 

novasdaminhaSTerra 2014 JUNHO

Manteigas - Feira Quinhentista
- nas Comemorações dos 500 anos do Foral Manuelino

novasdaminhaSTerra
2014 ABRIL / MAIO

JOSÉ RABAÇA GASPAR uma autoBIBLIOGRAFIA ilustrada, actualizada em 2014 04, para os possíveis interessados... podem consultar no SCRIBD
Manteigas - Jose Rabaca Gaspar - Bibliografia Ilustrada - 2014-04

novasdaminhaSTerra
2014 FEVEREIRO / Março



Em 4 de Março de 2014

500 ANOS
do
FORAL MANUELINO

dado por
Dom Manuel I
a
Manteigas

Um trabalho de pesquisa e investigação de José Rabaça Gaspar como proposta de estudo para as gerações do Presente e do Futuro... que já foi divulgado em Maio de 2013...

MANTEIGAS
FORAL MANUELINO
datado de 4 de Março de 1514

 

Este trabalho está disponível em SCRIBD - com 488 consultas desde Maio de 2013
e para conseguir uma ou mais livros em papel pode consultar a Editora BUBOK onde já se encontra em processo de edição... dentro de dias pode ter a possibilidade de pazer o seu pedido em formato papel, impresso a cores... com descontos a partir de 10 unidades,,,

Pistas e ideias a desenvolver ao longo de um ano de 2014 03 04 a 2015 03 04

Manteigas - Extracto de As Grandes Opções do Plano e Orçamento para o Ano de 2014

Manteigas celebra, em 2014, os 500 anos da Carta de Foral, concedida a 3 de Março de 1514 pelo Rei D. Manuel I. Para assinalar esta comemoração, um simples natural de Manteigas está a desenhar um programa comemorativo que pretende alargar a um ano de duração e envolver o maior número de pessoas e entidades.

Este ano poderá ser uma oportunidade para que os vários agentes do território - culturais, associativos, recreativos e educativos - possam surpreender, com a sua criatividade, todos os outros Manteiguenses, e não só, com o esperado e necessário envolvimento de todos os munícipes e entidades concelhias nesta importante comemoração.
José Rabaça Gaspar - 2014 01 31 (Junho 2013)

BASE de uma PROPOSTA a ser desenvolvida, em breve, nas redes sociais...

MARÇO
2014 03 04

A importância dos FORAIS para Manteigas...

JUNHO
2013 06 01

A importância da diàspora e o seu contributo possível...

SETEMBRO
2013 09 04

A importância da obra do Dr. José David Lucas Batista e trabalhos a desenvolver...

DEZEMBRO
2013 12 04

A impotância das obras e autores que escreve(m)ram sobre Manteigas e a Serra da Estrela...

MARÇO
2015 03 04

Balanço de um ANO para Manteigas se conhecer melhor e pistas de desenvlvimento...

novasdaminhaSTerra -
2013 OUTUBRO - NOVEMBRO...


OUTONO - Manrteigas - São Lourenço - foto de Ricardo Costa...
http://olhares.sapo.pt/bosque-de-sao-lourenco-foto5452680.html?nav1

novasdaminhaSTerra -
2013 SETEMBRO...

Manteigas - Pautas musicais dos anos 1917 - 1927
Cadernos de Música de Horácio e Elísio Rabaça Gaspar, alunos do Padre Parente...
(em organização)
CADERNO DE MÚSICA de ELÍSIO RABAÇA GASPAR... seguem mais recolhas...

CADERNO DE MÚSICA de HORÁCIO RABAÇA GASPAR (pautas de 1917-1927)

Pode VER / LER em http://pt.scribd.com/doc/169348105/Manteigas-Caderno-de-Musica-Horacio-Rabaca-Gaspar-1917

2013 - Setembro

De José Paixão (Zé do Rio) - novo livro 'Diabo em Figura de Gente'
dia 1 de Setembro, em Manteigas; dia 14, em Lisboa, Rua Serpa Pinto, 15, no BUREL...

Manteigas - Pautas Musicais
2013 AGOSTO... (Férias em movimento...)

Padre Parente
DUAS partituras: 'Noite Celeste' e 'Encantos do Mondego'

http://pt.scribd.com/doc/162683916/Padre-Parente-DUAS-partituras
Padre Parente, autor de 'Santos Anjos e Arcanjos' - DUAS partituras: 'Noite Celeste' e 'Encantos do Mondego', encontradas nos Cadernos de Música de dois alunos, entre 1917 e 1927, Horácio e Elísio Rabaça Gaspar...

Nota: Com a possível colaboração de alguém que tenha conhecimentos de digitalização musical, podíamos ir completando este trabalho que permitisse às novas gerações, conhecer melhor estes tesouros musicais de Manteigas

da minha parte, propnho colaborar no que for possível para conseguir a digitalização das imagens das partituras e tentar a sua divulgação através do SCRIBD ou outravia mais adequada

novasdaminhaSTerra -
2013 JULHO / AGOSTO...
(Férias em movimento...)

VER PÁGINA SOBRE ESTA EXPOSIÇÃO

ZÉ DO RIO - EXPO - o preto e o branco
na GALERIA de Exposições do Centro Cívico, em Manteigas

de 20 de Julho a 4 de Agosto de 2013



Durante, ou no final desta EXPOSIÇÃO, se me enviarem imagens, posso completar a
GALERIA ZÉ do RIO
já iniciada, como pode ver mais abaixo - breve mostra GALERIA Zé do Rio

2013 JULHO
ALMINHAS
(ao fundo das Escaleiras de São Pdro, restauradas...)



Imagens enviadas por A Miguel RG, em 25 de Agosto de 2013

ALMINHAS

Ao fundo da Calçada de São Pedro, inserida na esquina de um muro de terra de cultivo, encontra-se um singelo monumento de granito, rectangular, disposto na vertical, com data de 1881. Na parte superior tem uma inscrição escavada de forma idêntica, mas encimada por um arco. Trata-se de umas "Alminhas".
A devoção dos nossos antepassados gravou em pedra a convicção bem fundamentada da Fé cristã, que ensina o valor da oração pelos que já partiram para a eternidade.
Agora a Internet até já permite um esclarecimento mais profundo, através do site do Catecismo da Igreja Católica.
Os mais antigos ainda se lembrarão da pintura em tons vivos que ali permaneceu muitos anos, da autoria do Senhor João Martins, saudoso Sacristão de São Pedro.
Aconteceu que uns conterrâneos, quando iam a subir a Calçada, para assistir à Missa do funeral do Senhor D. Albino, de santa memória, repararam que pintura tinha desaparecido.
Vantagem das famílias; numerosas: uns tiraram fotografias; outros tomaram nota das medidas, e foram indagando junto de amigos quem descobria a gravura mais completa. Especialista da net encontrou esta, e a realização dos azulejos pertenceu à Fábrica-de Santana, em Lisboa. Concordamos que se esmerou! E a representação é -- podemos verificar cotejando com o Catecismo da igreja Católica -- um modo gráfico de nos convidar a todos a aprofundar nesta verdade da Fé.
Na base estão representadas imagens de almas a purificar-se no Purgatório. Dois Anjos, um de cada lado, levam já para o Céu as que terminaram a prova. Acima, do lado esquerdo de quem olha, a imagem de Nossa Senhora do Carmo. Do lado direito é representado o São Miguel Arcanjo. Ao meio, a Cruz, penhor seguro, garantia da infinita misericórdia de Deus que se faz homem, e paga e apaga todos os pecados dos que n'Ele confiam.
Em boa hora a Câmara Municipal aprovou e apoiou a realização de projecto. É oportuno sublinhar a pronta concordância do casal proprietário do muro, que evitou o recurso a formalidades.
Os escuteiros aceitaram o desafio de atender a todas as indicações emanadas das entidades competentes. Comovente a prestação incondicional dos serviços da Junta de Freguesia.
Mais interessante ainda quando foi comunicado que já se encontrava em curso um levantamento deste e de outro tipo de monumentos, iniciativa dos serviços culturais da C.M.M..
José David Lucas Baptista, que nos presenteou com trabalhos significativos na pesquisa e defesa do nosso património cultural, exultará de alegria ao ver, da eternidade, o apreço pelo caminho que desbravou. E não só! Acreditamos que os nossos: todos os nossos! Se associarão a essa Alegria.
Maria Teresa Rabaça Gaspar.
(A autora escreve de acordo coma antiga ortografia.)
Notícias de Manteigas, 2013 07 15, p. 2

(Imagens novas e nota final, actualizada em 25 de Agosto de 2013, enviadas por António Miguel Rabaça Gaspar)

«Teresa:
O parágrafo que segue vinha no artigo citado do Público. Se achar que 
vale a pena integrá-lo para mostrar que com pequenos gestos se pode ir 
salvando o património…Mas uma grande parte deste património representativo 
da religiosidade popular 
portuguesa está a degradar-se crescentemente, rodeada por silvas, alvo de actos 
de vandalismo avulso e reflexo directo e generalizado da pressa da vida actual, do 
abandono das zonas rurais do país e da indiferença que predomina nas autarquias 
em relação aos pequenos monumentos saídos da imaginação e da devoção do povo.

Outra questão:
Quem é o José David Lucas Baptista? 
Só uma palavrinha acrescentada ao nome seria útil.»

2013 JULHO

MANTEIGAS - TOPÓNIMOS
in 'TOPONÍMIA DO CONCELHO DE MANTEIGAS
de José David Lucas Batista
1958 - 1994 - 1998
(para ver / consultar e decidir colaborar... clicar em cima e ou na imagem abaixo)


DEDICATÓRIA:
Ao Zé David,
em homenagem ao seu persistente erudito trabalho de muitos anos dedicados à História Local e não só, como proposta de continuidade para as novas gerações…
Creio ser a melhor homenagem…
O seu trabalho não foi em vão…
As novas gerações vão dar continuidade e, se possível, enriquecer o seu imenso e profundo trabalho, adaptando-o às novas tecnologias e tornando-o acessível ao maior número possível de interessados…

APRESENTAÇÃO
Aviso à navegação:
Este é o rascunho de um trabalho que pretende valorizar e dar continuidade à notável obra de José David Lucas Batista, em especial os dois dedicados à TOPONÍMIA DO CONCELHO DE MANTEIGAS (que afinal são três, pois começou já em 1958, com NOMES de LUGAR do Concelho de Manteigas), e completou depois em 1994 e 1998, como se pode ver ao longo de todo este trabalho…Além destas tímidas tentativas, que aqui apresento, se for possível encontrar pessoas com mais conhecimentos e experiência que possam completar com gráficos, mapas e imagens, além dos dados sugeridos, como a altitude, coordenadas, etc., creio que seria um contributo importante para nos conhecermos melhor e nos darmos a conhecer, como cidadãos de Manteigas, de Portugal e do Mundo…

Um trabalho em construção… a pedir contributos…
Corroios, 20 de Julho de 2013
José Rabaça Gaspar



(Um trabalho evidentemente incompleto a pedir sugestões e colaboração de mais interessados... )
Como parte integrante de 'MANTEIGAS - BIBLIOGRAFIA ilustrada' o nome de JOSÉ DAVID LUCAS BATISTA (1921 09 16 - 2003 08 03) impõe-se pela quantidade, pela qualidade e pelas fontes citadas e propostas de trabalhos de investigação a desenvolver... Sabemos que a Câmara Municipal, a Freguesia de Santa Maria e a Escola onde foi Professor, prestaram, já, a sua merecida homenagem... pelos documentos inventariados... pela numerosa BIBLIOGRAFIA... e pelo imenso trabalho que há a desenvolver... e pelo que já está a ser desenvovlido, por amigos e entidades... propomos à Família, Teresa Fraga, fiel depositária de um imenso espólio, um Grupo de Trabalho que possa prosseguir o imeso trabalho que há a desenvolver...

novasdaminhaSTerra - 2013 MAIO

 

Em 4 de Março de 2014

500 ANOS
do
FORAL MANUELINO

dado por
Dom Manuel I
a
Manteigas

Um trabalho de pesquisa e investigação de José Rabaça Gaspar como proposta de estudo para as gerações do Presente e do Futuro...

novasdaminhaSTerra - 2012 09


Zé Magalhães, no Grupo dos Piratas, no cortejo de Oferendas, 1954

nova página dedicada ao Zé Magalhães

snacktools.com

Em Setembro / Outubro de 2012, estou a ler, devagar, o livro do Zé Magalhães, Aquele Profundo Vale - o programa segue dentro de momentos...
Podem ir acompanhando e sugerindo em:
Lendo o livro do José Cleto Esterla
- Abertura
- 1ª etapa - 3 percursos sugeridos para três dias...
- 2ª etapa - As fábricas desaparecidas...
- 3ª etapa - Figuras típicas de Manteigas, pessoas e nomes simples... os moinhos, moleiros e moleiras... os carvoeiros... professores daquela época... usos e costumes... falas... enfim... vamos lendo...
Vão seguir?


Zé Magalhães no Grupo dos Cobois - 1953

MANTEIGAS - uma BIBLIOGRAFIA ilustrada
(uma proposta de jrg a pedir colaboração de mais interessados na partilha de conhecimentos e estudo das nossas raízes...
)

ver também manteigas em imagens e os manteigas e uma mostra nesta página, navegando para baixo...

Pode ir v(L)endo também, em SCRIBD: - http://pt.scribd.com/jose_gaspar_23

ALFÁTIMA - uma LENDA de MANTEIGAS - 2012 09 08 - uma homenagem (pagã) à Senhora da Graça... a Moura?!...

HINO à STerra - 2012 09 06 - Hino à SERRA, Hino à TERRA, para ser cantado com o Hino da Alegria um imenso CORO... uma imensa BANDA... num imenso Vale...

Uma BIBLIOGRAFIA de MANTEIGAS 2012 09 05 - (Serra da Estrela) - a nunciar outra -
uma BIBLIOGRAFIA ilustrada, que pode ver (no scribd) em projecto a pedir colaboração de interessados...

novasdaminhaSTerra - 2012 08 09
dia 11 de Agosto de 2012, pelas 21H30, no Auditório do Centro Cívico de Manteigas

PROTEJAM-SE!!! ELES TÊM LIVROS para conhecermos MANTEIGAS... Para NOS conhecermos...
O Zé do Rio e mais de uma dezena de «manteiguenses de gema, com cultura e conhecimento», têm livros... que pode ir vendo e seguindo em baixo... o critério é pela data de edição... e à medida que deles for tendo conhecimento... e, na medida do possível, e dos dados recebidos, vou abrindo páginas para CADA UM...

a partir de 3 de Agosto - pode já ver a primeira proposta
http://www.joraga.net/serradaestrela/pags_02_autores/01_zedorio.htm

...estou a LER e tentar VER mais no livro de José Paixão... Aqui, neste gráfico, o meu apreço pela obra, pelo autor, pela Gente e (en)cantos da minha STerra ...
dentro em breve, aos poucos, tentarei desenvolver o rascunho de uma análise progressiva para construir com mais possíveis interessados em descobrir mais PISTAS de LEITURA... Mais uma vez o meu ABRAÇO ao Zé do Rio.


clicando na imagem pode ver já um esboço do modelo actancial...

Com data de 27 de Julho de 2012 - Convite da Câmara Municipal de Manteigas,
para APRESENTAÇÃO PÚBLICA do livro «Corropios, Cardinchas e Cães Grandes,
dia 11 de Agosto de 2012, pelas 21H30,
no Auditório do Centro Cívico de Manteigas.

novasdaminhaSTerra 2012 07 14

José da Cruz Paixão nasceu em Manteigas em
Fevereiro dt 1944. Estudou tecelagem e debuxo, na Escoca Industrial e Comercial Campos Melo da Covilhã.
Dedicado ao associativismo participou na
constituição: Cooperativa Jornalística de Manteigas e orgânica do Notícias de Manteigas; ASE - Associação Cultural dos Amigos da Serra da Estrela, e Revista Zimbro; Turmontanha - Cooperativa de Turismo de Montanha; TuriManteigas - Sociedade Imobiliária e Turística de Manteigas, lda; Associação do Centro
Cívico dt Manteigas; Clube de Caça e Pesca
de Manteigas.
Dedicou-se à caça e pesca e na política, foi Membro da Assembleia Municipal e da Assembleia da Freguesia de Santa Maria de Manteigas.
Terminou a carreira profissional como debuxador.
Dedicou-se à pintura a óleo sobre tela e às esculturas, com pseudónimo, ZERIO.

Por fim, quis experimentar a construção de um livro.
Este. O primeiro.

UM ABRAÇO ao Zé do Rio, que afinal eu dizia que não conhecia, mas já tinha o nome dele em várias página deste PORTAL...

http://www.joraga.net/serradaestrela/pags/520lendas.htm

http://www.joraga.net/serradaestrela/pags/21pedrasAlbum.htm


Apresentado em Lisboa 2012 07 14

Eu não sabia, mas o Zé do Rio explicou:
Os Manteiguenses sabem:
Corropios - os pastores e agricultores que corriam os campos e a Serra...
Cardinchas - Os operários das fábricas...
Cães Grandes - Os patrões ou os classe considerada alta...

uma breve mostra de uma GALERIA do ZERIO...

esculturas
óleos

bailarina


fundevila - ao pé da Avenida

"A nossa CASA"! como dizem os 8 manos Rabaça Gaspar, filhos de Elísio Rabaça Gaspar e Maria dos Prazeres Paiva Rabaça - agora do Miguel
(Obrigado ZERIO!)


discóbolo

pastor - cântaro

cabeça de corcodilo (?)

cântaro magro

O Flautista de Hamelin

esquiador

novasdaminhaSTerra 2012 07 15

D. Albino Mamede Cleto - 3 de Março de 1935 - 15 de Junho 2012

MEMÓRIA

novasdaminhaSTerra 2008 (1780? - 2010...)

A FAMÍLIA dos RABAÇA
(com 8 ramos)

em especial os PAIVA RABAÇA a partir dos RABAÇA GASPAR...

uma FAMÍLIA com uma ÁRVORE a começar apontando para cerca dos anos 1780... com imagens e dados mais documentados em 1838 com António Craveiro Rabaça e 1840, com Delfina da Assunção donde nasceram os BISCAIA - os MOTA VEIGA - os CARVALHO (Rabacinha) - os PAIVA RABAÇA (Brasil) - os FRAGA - os PAIVA RABAÇA (Manteigas) - os BASTOS - os ROQUE... até cerca de 2010...

Este livro pode ser pedido no formato PDF, pelos familiares interessados... Basta clicar na foto.
Caso haja número suficiente, pode ser publicado em papel no formato restriro, a pedido...

novasdaminhaSTerra 2007 11


(Clicar na img para ler)

Fisionomia dos Rochedos
Nataniel Rosa

Notas sobre o Autor:
artisdeseia.blogspot.pt_nataniel-rosa

Expo de 2010 in osmanteigas

Página do Nataniel:
http://serrestrela.pt/

uma MOSTRA com 6 imagens do livro e da GALERIA do Nataniel que pode ver na sua PÁGINA


caprichos

cabeça do índio

cabeça do pataquinho

a lareira e a panela de ferro de 3 pés

o pastor e o cão

corropio, o burro e a carroça...

Uma achega a esta obra - O FRAGÃO DO CORVO - porquê o nome? OS OLHOS DO CORVO!


(in Fisionomia dos Rochedos - Nataniel rosa - p. 17)

(O meu pai Elísio Gaspar, com a preocupação de não se perderem as raízes, em várias das inúmeras viagens que fazíamos para atravessar a Serra pela Estrada da Pousada, Manteigas - Gouveia, em especial ao Pôr do Sol, nas curvas a seguir ao Miradouro, pedía-nos para olharmos para o Fragão do Corvo e descobrirmos donde vinha o nome... e quando os olhos do corvo apareciam... parava o carro para vermos melhor...)

Já agora, em várias terras serranas da Europa, à entrada, aparecem as silhuetas dos picos que rodeiam, com os nomes para os turistas, curiosos e estudiosos saberem os nomes dados pelas pessoas da Terra...
Que nomes damos aos 3 / 4 PICOS que desenham a linha do horizonte de Manteigas?

?
?
Poio da Cinza?
?
Fraga da Cruz
Fragão doCorvo


Manteigas - foto de Fernando Costa - registo Dec 2005
http://www.omundodacorrida.com/phpBB2/showthread.php?6375-Trof%C3%A9u-de-Orienta%C3%A7%C3%A3o-de-Manteigas-Cora%C3%A7%C3%A3o-da-Serra-da-Estrela

E as PENHAS DOURADAS - como se chama cada uma e porquê?
Um dia, vejam as PENHAS ao PÔR do SOL e admirem a alquimia das pedras transformadas em OURO!

Penha Gorda
Rasa
Fraga das Penas
Ângela

novasdaminhaSTerra 2007 03


«Manuel da Silva Santos é um dos muitos milhares de "retomados" a quem esmagaram o fruto de canseiras sem conta. Pelas suas qualidades, refez-se em Portugal. Do que ficou em Angola guarda dilacerantes angústias: o ser vítima de clamorosa injustiça; o ver destruído o que ali se realizou com tanto amor; o saber que, num país rico, se morre de fome e de privações primárias; e o sentir, dos muitos anos;ali vividos, uma triturante saudade.
...Saudade que sobreviverá a ele próprio, através de alguns traços que este livro contém, sobre o martirizado e bom povo angolano.»
Amadora, Março de 2007
José MARTINS LOPES

novasdaminhaSTerra 2006 03

Hermes do Zêzere - deNOMIO de José Rabaça Gaspar

 

manteigas

Uma TERRA da SERRA

enoVELADA em LENDAS

novasdaminhaSTerra 2005 11

Viriato dos Hermínios - deNOMIO de José Rabaça Gaspar

o pastor

 

(LENDAs (5?)

do Pastor da Serra da Estrela...

novasdaminhaSTerra 2005 03

 

José David Lucas Batista

DISPERSÁLIA

(Estudos vários locais e regionais)

Ed. CMManteigas 2003

(Um dos últimos livros escritos pelo Zé David - Teresa Fraga Batista, 4 / 3 / 2005)

(Ver mais Bibliografia em
http://sbdfluc.sib.uc.pt/?q=taxonomy/term/29057)

novasdaminhaSTerra 2005 03

Herminia Herminii (a Guardiã dos Segredos) - deNOMIO de José Rabaça Gaspar

nominalia

(uma sinfonia em três andamentos)

 

nominalia 1- terras e lugares... o palco...

nominalia 2 - nomes e alcunhas - os figurantes...

nominalia 3 - as falas - expressões - a acção...

 

novasdaminhaSTerra 2004 08

José da Serra do Vale do Zêzere - deNOMIO de José Rabaça Gaspar

Alfátima

 

Uma LENDA

10 LENDAs...

 

novasdaminhaSTerra 2004 06

Maria Manuel RABAÇA

RECORDANDO JOSÉ RABAÇA

1926 - 1998

Prefácio de António Ramalho Eanes

 

edline Junho de 2004

novasdaminhaSTerra 2003?
(já em contrução, a página dedicada à obra de José Cleto Estrela, o Zé Magalhães
http://www.joraga.net/serradaestrela/pags_02_autores/02_zecleto.htm

José Cleto Estrela
(mais conhecido, em Manteigas, por
José Magalhães
)

(Este livro está catalogado na Bibliteca da CM de Coimbra)

«...até o comparo a um dos muitos molhos de chamiços... que em tempos acarretava às costas, lá da serra, para serem consumidos na lareira, lá em casa.»

«...molho de chamiços, para que sejam devorados, por vós, também.»

Pedido - Caro Zé Magalhães (o nosso vizinho - José Cleto Estrela): não tem que se desculpar da falta de "estudos académicos"! Nós é que agradecemos a beleza de tanta simplicidade e a sua linguagem clara e transparente, como a água das fontes sem poluição e falsos artifícios...

José Cleto Estrela
(mais conhecido, em Manteigas, por
José Magalhães
)

Nota 1 - tirada de:
CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS - 110 - ACTA N.º 19/2003
...AQUELE PROFUNDO VALE, de José Cleto Estrela
1. Proposta de aquisição de 50% da tiragem do livro "Aquele Profundo Vale" da
autoria do Munícipe José Cleto Estrela.

Nota 2- tirada de:
pesquisa na biblioteca municipal de Coimbra
pesquisabmc.cm-coimbra

Autor: ESTRELA, José Cleto, 1934
Título: Aquele profundo vale - José Cleto Estrela
Publicação: (S. L. / s. n.)
Nº do Depósito Legal: PT|203001/03
Assuntos: Manteigas--memórias
CDU: 869.0-94 Estrela, José Cleto
Cota: 0-8-291 BMC 522931
Tipo de documento: Texto impresso
País de publicação: Portugal

(Estas notas foram inseridas em 2012 08 07, após dados fornecidos pelo meu irmão António Miguel Rabaça Gaspar, vizinho, em Manteigas, do Zé Magalhães, com a notícia de que me deixou a oferta do seu livro. OBRIGADO. ABRAÇO.)

(Dentro de algum tempo, tenciono ABRIR uma PÁGINA dedicada a este autor e à/s suas OBRAS...)

Pode consultar e ler este livro em
snacktools.com

José Magalhães (?)
(Ver emenda acima)
Nota 1 - informações de uma SESSÃO ORDINÁRIA
DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MANTEIGAS
DO DIA 28 DE SETEMBRO DE 2007
municipio/actasedeliberacoes/Documents/Actas.pdf
Registou
«...depois, com prazer, o lançamento da segunda edição de 'Contos Serranos' e é de opinião que
o livro de autoria do Senhor José Magalhães, 'E o vale era verde', muito solicitado, seja também
objecto de uma reedição, deixando este assunto à consideração do Executivo.


Nota 2 - «How Green Was My Valley» - (que foi traduzido para português 'Como era verde o meu vale' e 'O vale era verde') é um filme estadunidense de 1941, do género drama, dirigido por John Ford e com roteiro baseado no romance de mesmo nome de Richard Llewellyn.

NOTA 3 - Deixo esta minha primeira versão pela relação que pode haver e a sugerir uma certa intertextualidade...

 

novasdaminhaSTerra 2002

José David Lucas Batista

 

 

A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE MANTEIGAS DE 1646 A 1929

CMManteigas - 2002

(Ver mais Bibliografia em
http://sbdfluc.sib.uc.pt/?q=taxonomy/term/29057)

novasdaminhaSTerra 2000

 

MANTEIGAS - ETNOGRAFIA E FOLCLORE

CMManteigas - 2000

novasdaminhaSTerra 1999

José David Lucas Batista

 

 

POEMAS DE VIDA E DE MORTE

CMManteigas - 1999

(Ver mais Bibliografia em
http://sbdfluc.sib.uc.pt/?q=taxonomy/term/29057)

novasdaminhaSTerra 1997

OS NARCISOS um Grupo de Música Tradiconal


Pode ver uma actuação no YouTube de 2008 12 23 em http://www.youtube.com/watch?v=JJyesHJQRJk
e a sua história e formação em
http://www.cm-manteigas.pt/concelho/Associativismo1/Paginas/GMPopularosNarcisos.aspx

novasdaminhaSTerra 1994 07

José David Lucas Batista

TOPONÍMIA DO CONCELHO DE MENTEIGAS

ed. CMManteigas

Parque Natural da Serra da Estrela

Manteigas- 1994

(Ver mais Bibliografia em
http://sbdfluc.sib.uc.pt/?q=taxonomy/term/29057)

novasdaminhaSTerra 1993 10

José David Lucas Batista

do ERMÍNIO à SERRA DA ESTRELA

 

ed. CMManteigas

Parque Natural da Serra da Estrela

Manteigas- 1993

 

novasdaminhaSTerra 1993 10

José David Lucas Batista

MANTEIGAS, uma vila da Serra da Estrela de 1136 a 1527

 

ed.Parque Natural da Serra da Estrela

Manteigas- 1990

novasdaminhaSTerra 1993

António Leitão

POIOS E PROSA

ed. CMManteigas - 1993

(Ver mais em
jornalaguarda.com/index.

novasdaminhaSTerra 1992 / 1993

Notícia de 13 de Maio de 2012 em oblogdosmanteigas
http://obloguedosmanteigas.com/2010/05/grupo-coral-de-manteigas-actua-em-lisboa/

«O Grupo Coral de Manteigas celebrou no dia 24 de Abril o seu 17º aniversário e tem agendadas várias actuações para os próximos tempos.»
«O Grupo Coral de Manteigas iniciou as suas actividades no ano de 1992 e fez a sua primeira apresentação em 24 de Abril de 1993.»
Ver história e formação em
http://www.cm-manteigas.pt/concelho/Associativismo1/Paginas/GCoraldeManteigas.aspx

novasdaminhaSTerra 1992 03

MANTEIGAS

na segunda metade do século XVIII:

os Homens e a Indústria

Augusto José R. M. Monteiro

ed. CMManteigas - 1992

novasdaminhaSTerra 1991 06

Grupo Popular Cultural e Recreativo da Praça da Louça

associação fundada em Junho de 1991, começando por se chamar “Grupo Coral em Formação”, tem como objectivos desenvolver festas populares para embelezar e engrandecer a linda Vila de Manteigas, valorizando a cultura e as tradições locais.

https://www.facebook.com/pages/Grupo-Pra%C3%A7a-da-Lou%C3%A7a/318114518233039?sk=info

novasdaminhaSTerra 1990

À DESCOBERTA DA ESTRELA

ed. Parque Natural da Serra da Estrela, 1990

novasdaminhaSTerra 1988

JOÃO ISABEL

CONTOS SERRANOS

ed. CMManteigas 1988

novasdaminhaSTerra 1986

novasdaminhaSTerra 1985

CÂMARA MUNICIPAL de MANTEIGAS

A FONTE DOS NAMORADOS

ed. CMManteigas 1985

novasdaminhaSTerra 1984 08

JOSÉ LUCAS BATISTA DUARTE

ANTOLOGIA - I

Depoimentos Histórico - Etnográficos

sobre

MANTEIGAS e SAMEIRO

ed. CMManteigas 1985

novasdaminhaSTerra 1984

José David Lucas Batista

 

NOTAS sobre a HISTÓRIA de MANTEIGAS

 

ed. CMManteigas 1985

novasdaminhaSTerra 1984 03 04

José David Lucas Batista

 

NOTAS sobre a HISTÓRIA de MANTEIGAS

 

ed. CMManteigas 1984

novasdaminhaSTerra 1984

José David Lucas Batista

 

TOMBO DOS BENS MÓVEIS E DE RAIZ DO CONCELHO DE MANTEIGAS 1560

 

Cópia de 1766

 

ed. CMManteigas 1984

novasdaminhaSTerra 1984

A. PAIVA

 

TECELAGEM

ARTESANATO DE MANTEIGAS

Coordenação Concelhia DGEA

Câmara Municipal de Manteigas

1984?

novasdaminhaSTerra 1983

novasdaminhaSTerra 1966

AGRUPAMENTO 232 - SÃO PEDRO
6 de Setembro de 1966

«Após alguns meses de preparação sob a orientação do Sr. Padre Registo e D. Teresa Rabaça, nossos conterrâneos, houve as primeiras Promessas das Àquêlás e Chefes em 4 de Setembro de 1966.»

«6 de Novembro de 1966 foi a data da fundação do Agrupamento 232.»

Pode ver mais em
http://www.cm-manteigas.pt/concelho/Associativismo1/Paginas/CNE232-SPedro.aspx

novasdaminhaSTerra 1966

AGRUPAMENTO 231 - SANTA MARIA
4 de Setembro de 1966

«A data oficial da fundação do Agrupamento, ao qual foi atribuido o número 231, sediado na paróquia de Santa Maria – Manteigas é 4 de Setembro de 1966, confirmada pela Ordem de Serviço Nacional, nº259.»

Ver blog
http://231stamaria-manteigas.blogspot.pt/p/historial.html

novasdaminhaSTerra 1949

COMO EU VI A SERRA DA ESTRELA

por

FRED WACHSMANN

ed. da Tipografia Alcobacense, Lda - Alcobaça (Lisboa 1949)

novasdaminhaSTerra 1913


Grupo Coral Litúrgico Santa Maria - Manteigas

99º Aniversário (1913 - 2012) VER http://gcstamaria.blogspot.pt/


novasdaminhaSTerra 1877 08 07


Música Nova 1877 08 07
http://fpm-musicanova.blogspot.pt/

«Filarmónica Popular Manteiguense - Música Nova 134 anos ao serviço da Divina Arte...»
(em 2008?)


A BANDA em 2011?

novasdaminhaSTerra 1865 07 08

Música Velha 1865 07 08


http://www.musicavelha.net/index.php

“Saibam quantos este instrumento publico virem, que sendo no ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, de mil oitocentos e sessenta e cinco, aos oito dias do mês de Julho, pelas nove horas da noite e casas e moradas de Ana Martins Pereira, onde eu Tabelião, vim a rogo de partes, para fazer a presente escritura, ali sendo presentes; (…) do que dou fé, perante os quais por eles foi dito que tinham contratado de reger Sociedade Filarmónica com as condições seguintes: (…)”

147 ANOS EM 2012 - «12 Julho 2012 147º aniversário»

 

AGORA, se chegar AQUI - a minha Página desde o ano 2000 e voltar ao início

SERRA DA ESTRELA

Aqui neste ESPAÇO da minhateianarede... outra TEIA interminável... pretendo apresentar

além de uma ABERTURA, com

1. o HINO à STerra,

3. a Serra e as Lendas (uma introdução...) e

4. tudo nasce da TERRA

ainda:

uma lista com as OBRAS que tenho vindo a desenvolver sobre a minha STerra... e

as Viagens do Cigano Castanho e da Cigana Mariana através do Maravilhoso, que vai CONTAR com 7 JORNADAS:

1. uma CARTA imaginada de um PASTOR imaginado;
2. as PEDRAS DA SERRA ou as Formas caprichosas das ROCHAS - A; e/ou o Slide Show das PEDRAS da SERRA - B
3. Uma adaptação da TRAGICOMÉDIA PASTORIL DA SERRA DA ESTRELA ao lado do Texto de Gil Vicente...
4. NOMINÁLIA ou a Festa dos nomes que vão desde a toponímia, aos nomes e Alcunhas e falas e expressões...;
5. os CONTOS e os CANTOS,as LENDAS de enCoANTrAR com a ESTÓRIA do pobre CEIFEIRO rico, para introduzir...;
6. o GRITO do ÍNDIO... e para acabar com...
7. as FALAS - reflexões ou o OLHAR do VELHO jovem, figura de mulher sentada na cadeira de baloiço, na varanda aberta sobre o Vale do Zêzere

OBRAS sobre a minha STerra

1ª JORNADA
memórias da minha STerra

2ª JORNADA - A
esculturas de granito - Álbum...

2ª JORNADA - B
esculturas de granito em Slide Show do Power Point

3ª JORNADA

TRAGICOMÉDIA PASTORIL DA SERRA DA ESTRELA

(o texto e a adptação do AUTO de Gil Vicente)

4ª JORNADA
a FESTA dos NOMES - desde a toponímia... aos nomes e alcunhas... às falas e expressões...
CARTA PEDRAS da SERRA AUTO PASTORIL DA SERRA DA ESTRELA

NOMINÁLIA
NOMINÁLIA3

uma CARTA inventada de um PASTOR inventado, para saborear a musicalidade do FuALuAR, da FuALA, das Guentes da muinha STerra - Mantueigas.as FORMAS das ROCHAS
ou Rochas de formas caprichosas... ou a Arte surpreendente da Natureza...
as FORMAS das ROCHAS
ou Rochas de formas caprichosas... ou a Arte surpreendente da Natureza...
1. Toponímia, 
2. Nomes, Alcunhas,
3. Expressões das Gentes da Minha STerra... 
talvez o Nosso RETRATO, o meu RETRATO...
5ª JORNADA
Contos e Lendas da minha STerra...
com a estória do Pobre Ceifeiro Rico... e as mil noites e uma... como introdução...6ª JORNADA
o grito do Índio
7ª JORNADA
a/s Fala/s do/a Velho/a... Jovem... Figura de mulher...
LENDASCEIFEIROÍNDIOFALA/s
a Lenda do Pastor da Serra da Estrela... Alfátima...
e outras... a Pedra de Ver A Mar, Viriato, Lagoa Escura, as Mouras enCantadas...
... as Magas e as Fadas por detrás das Fragas... os medos, mistérios e segredos por detrás dos Penedos...
uma adaptação do Conto: O Pobre Cegador de Erva de Pearl S. Buck, in Histórias Maravilhosas do Oriente, 1965 - ou a tentativa de descobrir o Simbolismo dos contos e das Lendas, ou antes a imperiosa necessidade da COMUNICAÇÃO, para que a ARTE, o BELO, a FELICIDADE, as RIQUEZAS, o AMOR... se multipliquem...Uma adaptação, para a SERRA, da FALA do ÍNDIO, o Grande Chefe Seatle, perante o Presidente dos Estados Unidos da América, em 1855...

e...
o CORO da SERRA

Memórias e Fantasias da Minha STerra... ou a
 ...viagem à minha STerra...

1

ABERTURA

HINO à STerra

HINO à STerra
(para cantar com a música do Hino da Alegria)

ERGUE-TE À MONTANHA
BEM ACIMA DESTA TERRA                   VEM
VÊ DE LÁ O MUNDO
QUE SE ESTENDE PELO UNIVERSO                ALÉM

VEM, SOBE, CANTA BEM ALTO
OUVE DO ESPAÇO OS SONS DO ALÉM
(pausa para ouv(e)ir o silêncio)
RESPONDE EM ECO
À VOZ QUE SOA DAS ESTRELAS                          SIM

VEM, GRITA, CANTA BEM ALTO
OUVE EM SILÊNCIO A VOZ DO ALÉM...
É O SOM DO COSMOS
ECO VIVO NESTA TERRA...                                               É/EH!

É A VOZ DAS FONTES
CANTO ENCANTO NAS CORRENTES...                  
É A VOZ DO VENTO
CANTO EM FÚRIA OU CANTO DOCE!       É/EH!

É O CANTO FUNDO
DAS ENTRANHAS DESTA TERRA         É/EH
É A LUZ DO FOGO
A REBRILHAR PELAS MONTANHAS                   
!

ESTA É A MONTANHA
O AR, A TERRA, O FOGO, A ÁGUA    O SOL
É A MÃE DA VIDA
FONTE PURA
D'ALEGRIA                          AMOR!

 

 

 

JoRaGa1986 / 1996
in Viagem à minha Sterra
de José da Serra do Vale do Zêzere

 

 

 

2

 

SÍMBOLOS da SERRA

as FORMAS das ROCHAS

as FRAGAS as PRAGAS e as MAGAS

os PENEDOS e os ( s/meus) SEGREDOS

 

Um Quadro de Chagall

e os seus, nossos SONHOS?!!!


CÃO

 DA 

SERRA
DA
ESTRELA

a

nossa

CASA

em

MANTEIGAS

o
CÂNTARO MAGRO


RUA DOS 
MERCADORES

a
PEDRA
DO
ÍNDIO

Foto de JRG
Verão de 1998

a
CAMPÂNULA
dos
HERMÍNIOS

Talvez a FLOR mais rara e única dos Hermínios!

A planta TRAMASEIRA uma planta que enche as bordas de algumas estradas como a do Poço do inferno e a que desce das Penhas Douradas para a Logoa do Vale do Rocim...

Não confundir com o AZEVINHO, espécie protegida, que era muito utilizada nos enfeites do NATAL...

o
PERDIGUEIRO

Talvez o CÃO mais usado na CAÇA

pelo menos noutros tempos!

a
PEDRA
da
BOTA

ou talvez
a
BOTA
de
PEDRA

a
CABEÇA
do
PRETO
no ALTO
das 
PENHAS
DOURADAS
a
CABEÇA
da
VELHA
na zona da
SENHORA
do
DESTERRO
a
CABEÇA
do
VELHO
na zona de 
ALFÁTIMA
meio caminho entre 
GOUVEIA  e PENHAS DOURADAS

Cabeça dos Velhos
zona da Lagoa Comprida
a
FOCA
e as
CRIAS
conjunto escultórico!?...

no ALTO
por cima do
SOUTO
do
CONCELHO

o
POIO
do
JUDEU

nas bordas da 
ARGENTEIRA
NAVE de SANTO ANTÓNIO

as
QUEIJEIRAS

COVÃO
do
BOI
a caminho do CÂNTARO MAGRO

a
PEDRA
do
URSO
entre a PORTA dos HERMÍNIO
e as
PENHAS DA SAÚDE
NOSSA SENHORA
dos
PASTORES

COVÃO do BOI

LAGOA

ESCURA

um reCANTO escondido a evocar LENDAS...

o
VALE DO ZÊZERE

visto da curva da POUSADA de S. LOURENÇO

o
POÇO
do
INFERNO
A TORRE

1993 metros de altitude...

A zona da  TORRE

2000  metros de altitude...

uma
pintura
sobre
FREUD

a MENTE
ou/e talvez
o SUB ou SUPRACONSCIENTE?

3

A SERRA e AS LENDAS

A LENDA do PASTOR da SERRA da ESTRELA vai aparecer em diversas versões e apresentada por diversos autores... mas a LENDA pode começar mais ou menos assim... 

... ERA UMA VEZ UM PASTOR que vivia longe... muito longe... e um dia foi seduzido por uma ESTRELA... ou melhor... pela Serra da ESTRELA...

Mas que história tão longa e complicada, aquela que vem nos  livros, e aquela, que o Zé da Serra, conta no seu LIVRO da VIAGEM À MINHA STerra!

Não se pode resumir ao essencial para poder ser contada à lareira num serão ou às criancinhas quando vão dormir?

Claro que pode...  assim...

PASTOR
DA
SERRA DA ESTRELA

                 Era uma vez um pastor....
Um dia deixou-se apaixonar por uma estrela que não era...
Correu montes e vales... viajou... perdeu países ... chegou...
Ao entrar nos ermos onde só havia lendas e fantasmas... descobre... um cão... rebanhos... lobos... serra... nomes... uma estrela!
Ele vence sozinho os exércitos do rei do mundo... a serra povoa-se de pastores..., 
mas...
numerosos exércitos vencem agora os pastores...

Quem somos nós agora afinal? que fazemos? ...

 

(Ver mais em CONTOS e LENDAS na SERRA da ESTRELA no topo desta página)

4

TUDO NASCE DA TERRA

 TUDO NASCE DA TERRA
COMO AS ÁRVORES E AS SEARAS E AS FONTES
QUE NOS DÃO OS FRUTOS E O PÃO PARA COMER
E A ÁGUA A CORRER PARA BEBER...

TUDO NASCE DA TERRA
COMO A ERVA, AS AVES, AS PLANTAS E AS FLORES
QUE ENCHEM OS NOSSOS SETE SENTIDOS
DE MIL CHEIROS, DE MIL CORES, DE MIL SONS,
DE MIL GOSTOS E DE SENSAÇÕES
DE MIL SENTIMENTOS e EMOÇÕES...

TUDO NASCE DA TERRA COMO O VENTO, O AR
QUE ENCHE O NOSSO CORPO DE ENERGIA
A IMAGINAÇÃO DE FANTASIA
E TODO O NOSSO SER DE UM DESLUMBRAMENTO
QUE SE TRANSFORMA EM FASCÍNIO
EM ENCANTAMENTO...
NUM DESAFIO CONSTANTE A SERMOS CRIADORES...
“SEREIS COMO DEUSES...”

ASSIM É A CULTURA!
AQUILO QUE APRENDEMOS E SABEMOS!
AQUILO QUE VIVEMOS, ENSINAMOS...

ESTÁ EM JOGO A NOSSA IDENTIDADE
ESTÁ EM JOGO A NOSSA
AUTENTICIDADE!!!
COMO PESSOAS
COMO INDIVÍDUOS
COMO SERES INTEGRADOS NUMA SOCIEDADE
INTEGRADOS NUM MUNDO QUE ABARCA A HUMANIDADE
COMO HABITANTES DUM COSMOS QUE ABARCA UM UNIVERSO
DE MILHARES DE GALÁXIAS EM CONSTANTE CRESCIMENTO...

JoRaGa, 1975 e 1997

Se quiser deixar um comentário
assine aqui no LIV
RO DE VISITAS

Sempre que visite esta página e tenha elementos ou críticas ou sugestões, CONTACTE:

E-Mail: joraga@netcabo.pt e joraga@netc.pt
pelo telefone 212 553 223 ou pelo Telmv. 917 632 524
e pelo CORREIO: Rua Almada Negreiros, 48 - 2855-405 CORROIOS.
visite ainda a minha TEIA na REDE além de joraga.net - joraga.net/gilViTeatro/cart2325/bart2838/alice2000rgGaleria

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
Joraga 2000 em viagem